Everybody's looking for something

Caí em meu patético período de desligamento. Muitas vezes, diante de seres humanos bons e maus igualmente, meus sentidos simplesmente se desligam, se cansam, eu desisto. Sou educado. Balanço a cabeça. Finjo entender, porque não quero magoar ninguém. Este é o único ponto fraco que tem me levado à maioria das encrencas. Tentando ser bom com os outros, muitas vezes tenho a alma reduzida a uma espécie de pasta espiritual. Deixa pra lá. Meu cérebro se tranca. Eu escuto. Eu respondo. E eles são broncos demais para perceber que não estou mais ali. Charles Bukowski. (via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)

(via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)

Com toda certeza, sim, deve haver alguém no mundo que seja capaz de se apaixonar, não pelas coisas que você mostra, mas, por aquelas que você nem percebe que tem. Alguém vai se apaixonar pelos pedaços de quem você é. E quando esse dia chegar, ele vai pensar “Ela é tão linda dessa maneira, que nem ao menos deve notar, que todos estão reparando nela”. Orquestrando.  (via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)

(Source: orquestrando, via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)

Eu não acho que seja possível preencher um espaço vazio com aquilo que você perdeu. Não acho que nossos pedaços perdidos caibam mais dentro da gente depois que eles se perdem. Agora foi a minha ficha que caiu: se eu de alguma forma a tivesse de volta, ela não encheria o buraco que a perda dela deixou. O Teorema Katherine. (via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)

(Source: delator, via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)

Eu não vou te pedir nada. Não vou te cobrar aquilo que você não pode me dar. Mas uma coisa, eu exijo. Quando estiver comigo, seja todo você. Corpo e alma. Às vezes, mais alma. Às vezes, mais corpo. Mas, por favor, não me apareça pela metade. Não me venha com falsas promessas. Eu não me iludo com presentes caros. Não, eu não estou à venda. Eu não quero saber onde você mora. Desde que você saiba o caminho da minha casa. Eu não quero saber quanto você ganha. Quero saber se ganha o dia quando está comigo. Caio Fernando Abreu. (via flo-res-cer)

(Source: auroriar, via cuidar-se)

Lembra de mim, quando a saudade te acompanhar. Lembra de mim, quando a tristeza vier. Lembra de mim, quando tudo for tédio. Vem pra mim, quando não der mais pra aguentar. Caio Augusto Leite.  (via romeuemcrise)

(Source: ventodemaio, via cuidar-se)

Dizem que levamos 7 minutos para dormir, e que nos primeiros seis minutos e cinquenta e nove segundos, nossa cabeça automaticamente reproduz cada um dos momentos vivido ao longo do dia. E que no último segundo aparece a pessoa que tenha nos feito a mais feliz naquele dia. Finalmente, o cérebro processa a imagem dessa pessoa e transmite em forma de filme, um filme chamado “sonho”. Autor Desconhecido.     (via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)

(Source: gratificar, via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)

Eu sou uma pessoa individualista, mas nunca no sentido ruim da palavra. As minhas dores nunca faziam parte da vida das outras pessoas porque eu sempre achei que ninguém precisava saber o caminho certo parar encontrar e conhecer os meus medos. Existia em mim uma barreira maior que qualquer outra coisa, onde o sentimentalismo barato era impedido de ultrapassar, já que a insensibilidade havia tomado conta de mim. Restos de um naufrágio.   (via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)

(Source: acrescentada, via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)